quarta-feira, 11 de maio de 2011

Queremos ser a THANNOS!




A GÊNESE

Surgida despretensiosamente nos idos de 1995 pelas mãos dos primos – quase irmãos, diga-se de passagem - André e Rodrigo Ribeiro (respectivamente baterista e baixista), a Thannos foi deixando aos poucos de ser somente um hobby para finalmente, sete anos depois da criação, após várias formações frustradas, começar a encontrar alguma estabilidade no seu line up e a querer alçar voos mais altos. Tais mudanças nos planos se deram após a entrada de Rodrigo Lima (guitarra) e Orlando Camargo (vocal) – então com apenas quinze anos - neste mesmo ano.


Ao longo de 2002 a banda realizou diversos shows no – até então efervescente - circuito underground carioca, participando de alguns concursos e festivais, sempre tendo boa receptividade do público, culminando com uma apresentação no extinto Rock In Rio Café, em um tributo a Cássia Eller. Neste ano também a Thannos idealizou o que seria seu primeiro EP, a ser gravado em 2003; porém antes do fim de 2002, um desentendimento entre Orlando e André obriga o primeiro a deixar seu posto de vocal na banda, seguido por Rodrigo Lima que, insatisfeito com os rumos tomados, decide seguir o então ex-vocalista em uma nova empreitada alguns anos depois.


Nesse ínterim, os incansáveis primos continuaram a buscar uma formação estável até 2005, quando a banda, inclusive, mudou seu nome para Alastra. A Alastra (posteriormente Alastra V8) durou até o fim de 2010, quando André decidiu ressuscitar a Thannos das cinzas, contatando Orlando e Rodrigo Lima para uma reunião como nos velhos tempos apenas para relembrar e gravar as músicas da época. Ambos aceitaram a proposta sem pestanejar e logo após o primeiro ensaio, feito em um pequeno estúdio na zona norte da cidade, todos perceberam que, apesar do tempo, a química não se perdeu; pelo contrário, parecia ter ficado mais evidente e, agora, com fôlego renovado, a Thannos está mais forte do que nunca tendo em sua formação os mesmos integrantes – e a mesma energia - de 2002, ano da sua fase de maior sucesso.



A MÚSICA

Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas vamos falar um pouco de música, né? Mais especificamente sobre as influências, vale dizer que a banda “bebe pelo menos um gole nas mais diversas fontes”, mas a meta é retomar a escrita iniciada por ícones do Rock BR 80 como Ira!, Capital Inicial, Titãs, etc. O resultado disso é um som direto, básico, acessível, sem rótulos, nem blábláblá.


O PRESENTE E O FUTURO

“Nosso principal objetivo é entreter e passar sempre uma mensagem questionadora, apaixonada, sarcástica e humorada do mundo e das coisas mais simples que nos rodeiam, sempre com inteligência. Longe do intelectualismo soberbo, mas bem distante da “bobeirice” alienadora. Não pretendemos ser apenas mais uma banda... Queremos ser a THANNOS!”

3 comentários:

Orlando Camargo disse...

Valeu pela força, Rê!

Bjão!

Renata Brant disse...

Tamu junto galera!

Orlando Camargo disse...

Já que sumiu o comentário anterior, vou deixar outro pra agradecer a força, Rê... Valeu mesmo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...