quarta-feira, 11 de maio de 2011

Dica de hoje: Rélpis







Em Aracoara, ouvem-se vozes: Quem guia essa farra toda é Garboso Pavão, com sua voz ora triste, ora satirizada. Com ele, Ell Ninho Barone acrescenta seus encordoados junto aos de Kito De Lacosta, que aproveita para experimentar outras sonoridades. E com grave maestria, Caiubi Mani toca o baixo em alto e bom som. Temperando esse caldo musical, Márcio Bortô grita escandalosamente com o seu trompete e enquanto isso, Conra Quequê comanda a bateria garantindo, assim, a harmonia fantástica disso tudo, sempre surpreendendo, performaticamente inusitado, aparentemente excêntrico, completamente animado, enérgico e divertido!" Os Rélpis, eles se intitulam, e são tão coloridos, com suas vestimentas nos tons à flor de toda brasilidade que vos cabe! Eles são os brasileiros dos "Brasilianos.

Rél.pis adj.: diz-se de uma pessoa multicolorida, horizontal, comicamente dramática e caricata; “uma pessoa rélpis”


O disco:
Com muitas inovações técnológicas e estéticas, novo álbum trará 17 canções, muitas texturas e um ar retrô



Banda araraquarense Os Rélpis, munida de vídeo cassete, instrumentos artesanais e muita tecnologia lança seu segundo álbum, “Do Fruto, o Escracho Monumental Caramelizado”, que tem data de lançamento prevista para abril.




Serão 16 músicas inéditas, permeadas de influências psicodélicas sessentistas, ressaltando sempre a brasilidade e as quebras rítmicas que são marcas registradas do grupo. Terá também uma releitura de Algo aí pro tempo, música já lançada no EP “Cá do Meio de Lá” de 2009.




Seu registro teve início na reforma do estúdio e listagem de equipamentos que seriam utilizados, incluindo guitarras, amplificadores e bateria com 40 anos de idade, pedais construídos por eles mesmos e um vídeo cassete. “A idéia do video cassete surgiu da necessidade de registrar uma música para uma coletânea, e não teríamos tempo $ para ir atrás de um estúdio, fomos até a sala, pegamos o video do meu pai e fizemos um registro ao vivo. Quando vimos o resultado, pensamos: pois não?”, comenta o vocalista e compositor Garboso Pavão. A idéia consiste basicamente em uma captação convencional, enviando o sinal para a mesa de som, que registra as trilhas nos 2 canais do vídeo cassete. Na sequência essas trilhas são digitalizadas e trabalhadas a mixagem e masterização em um computador. “A compressão e timbre conseguidos com o video cassete trouxeram um ar retrô que não conseguimos reproduzir digitalmente” completa Ell Ninho Barone, guitarrista da banda.




O repertório tráz algumas canções com 3 anos de idade, de antes de surgir o grupo, e outras surgiram de brincadeiras nos ensaios. Quando perguntado sobre os ritmos que compõe a obra, o baixista Caiubi Mani deixa a letra, “poderás flutuar em muitas linguagens musicais, passando pelo rock, maracatu, xaxado, blues, valsa, folk, frevo, power pop e marchas, além é claro, de “.
Consta também nas gravações, participações de amigos, Gelsner Skan e Rio Bottari com algumas composições, Luma Aiub ajudando nos vocais, Thiago Hard no sax e Bortô no trompete, este último, que veio a compôr a banda a partir de então.




A arte do álbum foi uma concepção conjunta de Kito de Lacosta e Conra Quêque, guitarrista e baterista da banda. O lançamento será em abril, quando sairá, além do álbum físico, uma versão virtual que será lançado no Compacto.Rec de abril, e terá download gratuito.


As tecnologias são a vivência de um ideal em que o saber do que se tem, do que espremer até sugar de todo o melhor e mais apurado sumo das coisas que se têm em mãos... Maravilhoso é saber que aquilo que todos temos/tivemos e carregamos em nossos bolsos/bolsas estão bastante presentes nessa gravação por completa! Além de muitas gotas de suco de esforço físico, de elásticas malhas de frieza humana na hora de concordâncias avessas e cobranças amigáveis na vasta ansiedade de se ter o concreto, que nos pesa mas, nos alegra!




E ainda assim continuamos aqui na conclusão de: “Que não há tecnologia melhor à ser usada que não seja o pensamento!”






Na web:

http://osrelpis.blogspot.com/

2 comentários:

Bortoloti disse...

Valeu Renata pela fornça na divulgação....
Para quem quiser baixar o álbum, basta ir neste endereço http://www.mediafire.com/?d4jhrru3l1zjwzl e curtir o som!

Renata Brant disse...

Cara, vcs já são de casa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...